Panamá x Fedora

Para criar uma desambiguação entre os modelos tão parecidos: Panamá e Fedora, resolvi criar este post para a diferenciação dos mesmos.

Panamá é um chapéu que, apesar do nome, é fabricado no Equador, especialmente em Cuenca e Monte Cristi.
Os modelos Panamá possuem cor clara e podem ter vários formatos. É fabricado com a palha da planta Carludovica palmata, encontrada no Equador e em países vizinhos, e tecida em trama fechada.

Recebeu este nome porque o presidente estadunidense Theodore Roosevelt usou-o durante uma visita ao canal do Panamá, em 1906. Em razão disso o chapéu tornou-se moda, principalmente para homens, até a Segunda Guerra Mundial. Ainda hoje o chapéu é muito utilizado no verão, tanto por homens como por mulheres.



Fedora ou Borsalino (esse nome vem da fabrica italiana de chapéus e de acessórios masculinos que produzia os primeiros modelos do mesmo em feltro, cuja matéria-prima era a pele de coelho, entretanto é mais conhecido por esse nome no Brasil e na França), é também conhecido como trilby no Reino Unido. Sua confecção é em feltro e seu modelo é baseado no Panamá.

Seu nome tem origem na peça teatral Fédora, escrita por Victorien Sardau, que em 1898 foi transfomada em ópera por Umberto Giordano e que fez um sucesso estrondoso. Aparentemente não há ligação da peça com o mesmo, mas sabe-se que esse é um nome russo feminino, que no Brasil tem equivalência a Teodora.

Normalmente chapéus com a copa em formato de C, denominada de coroa (pois há uma depressão na parte central), também são comumente chamados fedora.

Como sempre o cinema teve muito a ver com a moda, no caso a projeção do Fedora, que deu-se na década de 40, onde os atores hollywoodianos usavam o mesmo como Humphrey Bogart (que por sua vez eternizou o uso do mesmo) em Casablanca ou em O Falcão Maltês, além de identificar o estereótipo de gangsters e detetives. Quem é que não associa o modelo do Fedora com crime organizado!? Rs...

Esse chapéu aparece também em dois filme franceses, chamados Borsalino (1970), e Borsalino & Cia (1974), ambos dirigidos por Jacques Déray, e cuja ação se passa em Marselha em 1930 e 1934, respectivamente.
É também o chapéu utilizado pelo personagem Indiana Jones na série de filmes dirigida por Steven Spielberg: Caçadores da Arca Perdida (1981), Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984) e Indiana Jones,  a Última Cruzada (1989) e Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008).

Bem, a maior diferença entre os dois é o material utilizado na fabricação de ambos, já que um foi baseado no modelo do outro, portanto o Panamá é mais indicado para o verão por ser feito de palha o que impede que esquente muito e ajuda a proteger a cabeça, já o Fedora que normalmente é confeccionado em feltro esquenta mais, por isso sempre está em alta nas estações mais frias.



Ósculos e amplexes,



Fonte:
Wikipédia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim