Gordura é importante pra saúde

A gordura no organismo não é problema, na verdade ele serve como combustível, principalmente para quem realiza exercícios físicos como academia, corrida e por aí vai. Nestes casos o sobrepeso é compensador, pois no decorrer da realização dos mesmos ele é usado pelo organismo e pelo cérebro.

Os percentuais ideias de gordura para cada indivíduo varia de acordo com sua raça, sexo, idade e atividades que costuma realizar. A cada período de aproximadamente 10 anos o ser humano tem o peso aumentado de 2 a 3% nos homens e cerca de 10 a 15% nas mulheres. Para quem é corredor de longas distancias, especialmente, o nível de gordura ideal é de 3 a 6% nos homens e 6 a 10 % nas mulheres. Para a medição da quantidade de gordura corporal é usado o "Skin-fold" que mede as dobras cutâneas, mas há teste mais específico para isto.

Alguns atletas antes do exercício armazenam cerca de 1 a 2 kg para servir de carga extra. A gordura é necessária, distúrbios alimentares como anorexia, bulimia, levam a quadros graves de saúde.

Durante o realizar da atividade física, mas precisamente na corrida, chega um momento em que o organismo muda do glicogênio para a gordura para se manter como sendo seu combustível, entretanto se a taxa de gordura for muito pouca a pessoa não consegue continuar a realização da mesma por não ter forças suficiente e acaba parando. Como não há combustível suficiente para o corpo, o cérebro impede que se continue a atividade para que tudo não pare de funcionar.

Para um atleta de corrida profissional seu nível de gordura deve estar entre 6 a 8%, já um normal fica em torno de 10 a 12%. O recomendável é que todos se exercitem, pelo menos 2 horas por dia para evitar sedentarismo e sobrepeso, mas isso não quer dizer que se deve ficar caminhando duas horas por dia, é só não ficar parado o dia todo, faça as atividades corriqueiras da casa, ou mesmo algum esporte, afinal: viva.

A única forma de realmente emagrecer é fechando a boca, mas como vimos todos precisam de gordura, ela é essencial para o organismo, o que não se deve fazer é exagerar na comida. O melhor regime consegue-se fazendo as quatro refeições básicas ao dia - caso você não seja atleta, pois nesse caso se pode fazer mais algumas para que se alimente os músculos - no momento de fome e não comendo "besteiras" entre estes intervalos.

Para saber se você está no seu peso certo ou não pode-se lançar mão do IMC, onde é feito o cálculo do Índice de Massa Corpórea de cada indivíduo para se ter ciência se o mesmo está abaixo, acima, no peso ideal ou obeso.

Porém o mesmo só serve como um indicador, não pode ser usado como algo mais a fundo, por exemplo, uma pessoa musculosa pode ter mais massa corporal, mas isso não quer dizer que ela seja gorda, o IMC também não é aplicável a crianças, há também o problema de influência que as raças e etnias tem sobre o peso - fato este que até hoje não foi bem analisado - porém ele é simples e permite ter uma ideia do índice de seu peso. Para o cálculo do IMC deve-se usar a seguinte fórmula: IMC = Peso / (Altura)²






Veja na tabela qual seu perfil [Clique para ampliar]:


Fora esta tabela há um índice mais preciso que foi concluído com uma pesquisa realizada nos Estados Unidos entre 1976-1980 pelo (National Health and Nutrition Examination Survey), nesta pesquisa foram indicadas as adoções dos seguintes critérios [Clique para ampliar]:


Para se ter um exame mais afundo e que determine se você está muito acima do peso é a medição do percentual de gordura corporal. Tal medição deve ser feita por profissional qualificado utilizando um medidor de dobras cutâneas. Você pode ter a medição de seu percentual de gordura corporal nas boas academias de ginástica. Há também medidores de gordura portáteis.




Ósculos e amplexes,



Fontes:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim