Ser ou não ser ético? Eis a questão...

Sei que atualmente algo que tem causado risos quando se fala dela e tem sido motivos de piadas é a ética. Não se pode mais confiar nas pessoas como outrora, ainda mais em sua "postura" profissional.

Por isso mesmo deixarei registado aqui o meu desconforto com isso - esse é mais um desabafo.

O que acontece é o seguinte, não sou como os demais caras, acredito que mulher deve e tem que ser respeitada. Mulher não serve apenas como objeto sexual e menos ainda como algo com único objetivo de despertar o desejo masculino.


Mulher tem que ser amada, cuidada, tem que receber carinho, afinal elas são muito frágeis - ainda que não pareça e tenha até mesmo uma postura mais durona, no fundo não passa de alguém muito mais sensível. Isto pude constar com minha irmã mais velha, era ela durona, porém de uns tempos pra cá anda muito sensível, ela até é forte com os de fora, mas não consegue manter a mesma postura com sua família, afinal, a conhecemos muito bem. É exatamente por ter essa boa convivência com mulheres - só aqui em casa são três, fora  as do trabalho, igreja, escola - que aprendi a respeitá-las.

Como sou instrutor de informática conheço muitas alunas, e as vezes - nós que instruímos temos essa experiência - algumas acabam por insinuar-se pra nós, teve uma que só não sentou no meu colo porque eu consegui sair antes e por aí vaí - é claro que fico sem jeito, mas de maneira nenhuma penso em ficar com qualquer uma delas, o motivo é óbvio: ética. Já fui zombado até mesmo no trabalho por causa disso, mas acredito que devo respeitar meus princípios e um deles é não misturar relacionamentos amorosos com trabalho.

É claro que as vezes tem aluna linda, com um corpo legal, vontade dá, mas não consigo nem "xavecá-la", porque sei que não posso abusar da minha posição, fico só na vontade mesmo. Tenho bastante amizade com garotas, e também sei respeitá-las, existe amizade entre homem e mulher sim, só não existe pra homem que acha que mulher é um pedaço de carne, afinal um tubarão não vai ter amizade com "comida".

Muitas vezes ainda que afim de uma delas, sempre busquei aconselhá-las, ainda que em crise no namoro para que pudessem se acertar, embora a vontade fosse de fazer o contrário. Penso comigo "quem sou eu para querer atrapalhar o relacionamento de alguém ainda mais quando as pessoas se gostam?".

Sei que teria capacidade para ser um garanhão da vida, afinal não se precisa de beleza, mas saber como tratar uma mulher. Porém não consigo as ver como simples objeto, acredito que tenham sentimentos e livre escolha de querer estar ou não comigo, de ter minha amizade. Penso que se no decorrer da amizade não surgir nada é porque não era pra ter ido além disso. Se alguma menina está namorando é porque ela decidiu namorar, não adianta "o gostoso" querer dar uma de "bom"!

Este é apenas meu ponto de vista, sei que posso parecer um "babaca" - é as vezes também penso isso -, mas o desejo de respeitar e não querer forçar-las a gostar de mim é muito maior.



Ósculos e amplexes,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim