Inferno: Todos iremos pra lá!

Antes de iniciar este post quero deixar bem claro que é só atráves da Bíblia que podemos conhecer melhor a Deus e um pouco de seus mistérios. Ela é nossa regra de fé e sem ela nada do que expormos terá sentido de verdade e validade espiritual, teremos apenas visões distorcidas pelo saber humano, que pra Deus não passa de arrogância. Teremos apenas achismos.

Quero compartilhar com vocês algo muito importante sobre o Sofrimento Eterno.

Este é um assunto que divide alguns teólogos na seguinte gama de pensamentos: o lago de fogo e enxofre são literais, os mesmos são apenas simbólicos, há ainda os que dizem que ele simplesmente não existe e por fim a corrente que afirma que o sofrimento não é eterno, ou seja, terá, sim, um fim.



Ates de continuar quero deixar as Palavras do próprio Deus, atráves de seu Filho Jesus, sobre o julgamento final, quando esteve aqui na terra em seu ministérios de 3 anos, transcritas por Mateus [25.31-34,41,46]:

"E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória e todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas e porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.
Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna."


Antes de estipularmos qualquer coisas devemos entender, primeiro, que inferno não é a mesma coisa que lago de fogo e enxofre.

Vejamos o que diz a Bíblia sobre o Julgamento Final em Apocalipse 20.13-14:
"E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte."

Quando a Bíblia refere-se a inferno (do latim infernum, que significa "as profundezas" ou o "mundo inferior" ou ainda de infernus que é proviniente de helan (esconder) que foram utilizadas para traduzir Seol que vem de Ceeol, que deu mais tarde origem ao termo hebraico Sheol usado no A.T. ou hades do grego usado no N.T.) ele pode ser traduzido por morte, sepultura ou mesmo profundezas, ou seja, o lugar para onde os mortos vão, lugar de descanço dos que morreram - tanto onde o corpo fica armazenado, quanto local para onde a alma.

Em momento algum o inferno é tido como local de sofrimento eterno, ou ainda da habitação dos demônios, já que, nos tempos do A.T. Seol referia-se apenas a habitação dos mortos. Embora mal interpretada a palavra inferno não transmitia, originalmente, nenhuma idéia de calor ou de tormento, mas simplesmente de um lugar coberto ou oculto, "sepultura" de onde, segundo os Evangelhos, a pessoa pode sair quando da ressurreição.

Já lago de fogo vem do termo grego Geena, Gehenna, nome dado a uma ravina profunda ao sul de Jerusalém, onde sacrifícios humanos eram realizados na época de doutrinas anteriores. Mais tarde, tornou-se uma espécie de lixão da cidade de Jerusalém, frequentemente em chamas devido ao material orgânico. Ou seja, um local que está em constante chamas, diferente do termo Sheol que indica lugar de inconsciência e inexistência, conforme o contexto nos mostra e não um lugar de punição [Eclesiastes 9.5].

O Dicionário Expositivo de Palavras do Velho e do Novo Testamento diz em relação a tradução das palavras originais para Inferno foi vertida de modo infeliz.

A Enciclopédia da Collier diz que a palavra ‘inferno’, conforme entendida atualmente, não é uma tradução feliz.

O Terceiro Novo Dicionário Internacional de Webster diz ainda que Devido ao entendimento atual da palavra inferno é que ela constitui uma maneira tão infeliz de verter estas palavras bíblicas originais.

A Enciclopédia Americana esclarece que muita confusão e muitos mal-entendidos foram causados pelo fato de os primitivos tradutores da Bíblia terem traduzido persistentemente o hebraico Seol e o grego Hades e Geena pela palavra inferno. A simples transliteração destas palavras por parte dos tradutores das edições revistas da Bíblia não bastou para eliminar apreciavelmente esta confusão e equívoco

Quero frisar ainda que o diabo e seus anjos caídos (demônios), os principados, potestades, príncipes das trevas, hostes espirituais da maldade não vivem no inferno, o local e habitação dos mesmo é nos lugares celestiais [Efésios 6.12]. Eles vivem no céu artificial, que é conhecido como atmosfera terrestre ou 1º céu. Os mesmos estão em volta da terra: "Então o SENHOR disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao SENHOR, e disse: De rodear a terra, e passear por ela" [Jó 1.7].

Satanás e sua corja não estão presos ao inferno, já que de lá não se pode sair e praticar suas "obras", muito pelo contrário, estão bem próximos. "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar" [I Pedro 5.8].

Agora já que sabemos a diferença entre ambos e onde vivem os monstros temos que entender para quem foi criado o lago de fogo.

"Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos" [Mateus 25.41].

Esse fogo eterno (Geena) foi preparado para o diabo e seus anjos e não para as pessoas. O diabo que é homicidada desde o princípio [João 8.44] merece sofrimento eterno, já que a muito tempo se revoltou contra Deus, por querer usurpar-lhe o poder - como se isso fosse possível.

"Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo" [Isaías 14.12-14].

"Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônica, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor" [Ezequiel 28.12b-15, 17].

É lá também que serão lançados o anticrsito e o falso profeta: "E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre" [Apocalipse 19.20 e 20.10].

Sabendo com que finalidade e pra quem o inferno foi criado passaremos então a etimologia das palavras olam (do hebraico) e aion/ aionios (gregas) que são usadas para expressar "eterno", "séculos dos séculos", "para sempre", ou "para todo sempre." que não significam necessariamente sem fim. As palavras gregas aion e aionios expressam duração enquanto a natureza do objeto permite.

Um dos dicionários mais importantes da língua grega dá as seguintes definições:
1. Um espaço ou período de tempo, a duração de uma vida;
2. De períodos mais longos: uma época, uma geração, um período;
3. Um espaço de tempo infinitamente longo, a eternidade.

Autoridades afirmam que a duração de tempo depende a que se referem, se a Deus é sem fim, já quando se trata do homem e coisas passageiras esse tempo é limitado e por vezes, até, curto.

Muitos utilizam-nas para afirmar que o sofrimento não será eterno e baseiam-se, ainda, no versículo 7 da epístola Judas, irmão de Tiago: "Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno".

Tem-se de compreender que eles sofreram com a mesma sentença que está preparada para o sofrimento que não terá fim, foram exemplificados à intensidade do fogo que será eterno, já que elas não existem mais: "E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente;" [2 Pedro 2:6].

A pena do lago de fogo refere-se ao diabo e seus seguidores - no caso os anjos -, por isso que o sofrimento é eterno, já que o mesmo não foi criado para o homem, o que está patente não é a "curta" vida de pecados do mesmo, pois não foi criado para ele e sim para castigo eterno daquele que gerou o pecado ao revoltar-se contra Deus.

Não adianta dizer que se o sofrimento fosse real ou eterno seria injusto da parte de Deus com o homem, a Palavra é bem clara: "De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem" [Eclesiastes 12.13], a escolha é sua já que você tem o livre-arbítrio: "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam" [I Coríntios 10:23].

Lembre-se que o que o condenará são suas péssimas obras: "Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. Bem-aventurados aqueles que guardam os meus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira" [Apocalipse 21.7-8 e 22.14-15], ou seja, o homem que condena a si mesmo ao triste destino final, que nem pra ele foi projetado. Deus não te lança no lago de fogo é você que mergulha nele quando se joga no pecado, mas Ele sempre está lá pra te tirar de seus pecados: "Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos" [Salmos 40.2].

Ao homem é dada a escolha, porém ele foi feito para buscar e exaltar a Deus, ele terá de prestar contas por suas obras, quer sejam boas ou más [Eclasiastes 12.14] e o que não etiver no livro da vida será lançado no sofrimento eterno [Apocalipse 20.15]. Porém antes que seja tarde, Deus, atráves de Jesus, disse: "Enquanto ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura" [Marcos 16.15], pois o Senhor não deseja o fim que preparou pro diabo [Mateus 25.41] para as pessoas, antes seu desejo é "que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade" [I Timóteo 2:4] já que "não tem prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que razão morrereis?" [Ezequiel 33:11].

Afirmar que o sofrimento eterno será a ausência de Deus, seria pueril, já que o diabo desde muito tempo está afastado de Deus, ou então que será apenas escuridão e dor ainda é pequeno para aquele que desde o começo da criação vem tentanto subjulgar o Criador atráves de suas criaturas e levado muitos a destruição. O diabo sabe que não tem jeito de se livrar do sofrimento, se o mesmo tivesse um fim pra que lhe seria tão útil levar tantos consigo?

Exatamento por saber que sofrerá eternamente que procura levar a maior quantidade de pessoas e se fora possível até mesmo os escolhidos [Mateus 24.24], atráves de seus servos, pois ele sabe que cada alma que se perde traz um sofrimento grande a Deus [I Timóteo 2:4 e Ezequiel 33:11], quanto mais sendo esse sofrimento eterno.

Lembre-se que assim como os anjos nossa alma é eterna e que só Deus tem poder sobre ela: "Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no lago de fogo a alma e o corpo" [Mateus 10.28].

Entenda que o lago de fogo não foi feito para o homem, por isso é que Deus não deseja de forma alguma que o ímpio se perca, pois o sofrimento será eterno e terrívelmente grande.


Fontes:
Wikipédia
Angel Fire

Comentários

  1. Para bens Misael, que bom que tem este entendimento,agora é so seguir os passos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

¿Se você gostou está esperando o que pra comentar?
¡Comente este artigo que acabou de ler, agora mesmo!

Comentar faz toda diferença, pois sinto o feedback das pessoas pra quem faço o blog com tanto carinho e isso me motiva a escrever cada vez mais. Você não tem ideia da diferença que faz um comentário.

¡Atenção!
» Todos os comentários são moderados e liberados apenas depois de analisados;
» Não há problemas com críticas, desde que você saiba se expressar;
» Evite palavrões ou palavras de baixo calão;
» Escreva o mais correto possível;
» É proibido escrever todo texto com caixa-alta ou em maiúsculo.

Quer entrar em contato ou tirar alguma dúvida? Então acesse o Formulário de Contato

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim