Cobras & Lagartos


É importante o modo como as pessoas falam como você, a entonação e as palavras atingem de alguma forma?

Bem vindo então a realidade, parabéns porque você é normal e pertence aos mais de 6 bilhões de terráqueos que habitam este mundo sem fim - o sem fim é por hiperbolismo, ele não passa de uma figura de linguagem, essa foi pros chatos de plantão que ninguém sabe de onde, mas sempre surgem pra torrar a paciência.

Mas, continuando, você já parou para pensar a forma como fala com o outrem?
Se de um lado é importante como as pessoas falam com você, inda mais importante é como você transmite suas ideias e conceitos no que refere-se ao seu semelhante, o que popularmente numa linguagem puramente coloquial chamamos de concelho, ou parecer de um jeito mas formal, chame da forma que quiser, só não se esqueça de saber como falar.




A voz humana é essencial para a comunicação entre dois indivíduos, onde um pela fala exprime suas ideias através de sons produzidos pela vibração do ar que é expulso dos pulmões pelo diafragma que passam pelas pregas vocais - que vibram 125 vezes em 1 segundo no homem e 250 vezes por segundo na mulher, por isso tem a voz tão aguda e fala tanto... Rs! - e é modificado pela boca, lábios e a língua que chega aos ouvidos de uma segunda ou terceiras pessoas sendo esses sons decodificados pela cérebro do ouvinte e assimilada a ideia que se quer passar.

Porém a arte da comunicação, retórica ou oratória, é antes muito mais dinâmica do que simplesmente técnica e aqui também conta, além da emissão de sons que passam pelo diafragma, a entonação e o conjunto de símbolos que são usados para formar palavras e assim permitir que nos façamos entender. Conta e muito a forma como você fala e se expressa, aliás, falar o que vier na cabeça - ser sincero de mais - tem mais haver com falta de educação do que com transparência.

Dizem que conselho caso fosse bom seria vendido e não doado, concordo que algumas vezes podemos aplicar esse mote, já que há males que vem para o mal mesmo e entendendo-se que "nada", além de Deus, é 100% digo que se deve tomar cuidado com vários conselhos e opiniões que as pessoas adoram dar gratuitamente alheias a nossa vontade - vai dizer que você também nunca fez isso?

Se for falar, caso seja algo que venha ser importante, não use a chacota para tentar conversar o ouvinte, pois a partir do momento em que você usa as palavras que quiser e na modulação que quer, essa mensagem sonora chega a parte cerebral que é responsável pela interpretação e lá, além de decodificar o que foi dito, associa a frase - que nada mais é do que uma união de várias palavras usadas para dar nexo a uma sequência de ideias - a várias imagens que estão guardadas desde o consciente até o subconsciente, passando pelo córtex frontal, mexendo com ego, super-ego e id que dão um jeito todo deles na interpretação do que foi dito e como foi dito - olha que nem estou falando de disfonia.

Se você tem o direito de dizer o que quer, saiba que o outro também tem o mesmo de interpretar a seu modo e responder ou agir como bem entender, já é um problema o mal entendimento na comunicação, ainda mais se você não fala de um modo adequado.

Tome cuidado ao falar, pois você pode pensar que destila gemas preciosas de sabedoria, mas o que pode estar saindo de sua boca é justamente o contrário, cobras e lagartos, há um conto especial Diamantes e sapos, copilado por Jacob e Wilhelm Grimm, que nos conta a irmã mais nova, meiga que vivia a sorrir, fora buscar água num poço e uma senhora lhe pedindo água ela o deu, por ser esse uma fada encantou-a de forma que toda vez que abria a boca rosas e pedras preciosas saiam, a mãe invejosa e querendo isso para sua filha egoistamente mais velha, que era sua copia, por isso preferida, fez com que também fosse buscar água, o que fez de muito mal grado. Porém quando a senhora pediu água ele a negou e encantando-a também quando abria a boca para falar saiam apenas sapos, cobras e lagartos. A mais nova foi expulsa de casa, até porque só a destratavam, que encontrou um príncipe que cativado por sua beleza e dom casou-se com ela, já a mais velha ninguém se aproximava dela.

Essa ideia ficou tão forte, que até em quadrinhos, os mais puritanos, quando se fala algo de baixo calão é-se suprimido o contexto por desenhos de cobras e outros bichos. Imagine-se na situação, como seria terrível se as pessoas começassem a afastar-se de você devido ao seu veneno, a gente tem mania de cobrar o bem tratar dos outros conosco, mas e nós? Não devemos também ter esse reciprocidade!?

Minha reação por exemplo é ser totalmente do-contra, se falam para eu não cantar, cortar o cabelo, não usar isso ou aquilo, simplesmente não faço, infantilidade?! Não!
O cabelo é meu, sempre foi e, enquanto continuar a viver, será meu, não vou pela cabeça dos outros, até porque se isto fizesse estaria mais pra piolho - e sugador de sangue não sou, a gente até conhece alguns colegas sangue-suga, mas não curto esse barato de o ser.

Cara, já ouvi tanta asneira, por anos na escola tive que suportar insultos, o que me tornou muito crítico ao que ouço, não em deixo abalar pelo que dizem, só consegue me ferir aqueles amo, a opinião de quem me não importa não tem o menor valor, por isso mesmo quando alguém me vem com uma cara irônica destilar veneno sobre algo em mim ou meu comportamento tenho o prazer de fazer o contrário, exatamente por não saberem como falar. Não digo que não cometa esse erro, mas quando se trata de algo realmente valido procuro saber como falar.

Poxa procuro não ser tão inconveniente, por que tenho que ouvir má educação de quem passou oito ou mais anos estudando e ainda não aprendeu como usar as palavras e a correta forma de modular a voz - responsável por 38% da comunicação, não esqueça também da expressão facial e postura do corpo que correspondem a maior parte da decodificação da mensagem, 55% do todo.

O fato é que se sempre ouvisse os outros, não saberia cantar, não teria meu estilo out e deixaria de ser eu mesmo. Entretanto, entendo que, criticas servem para que paremos e julguemos o que é ou não importante e que se realmente queremos algo devemos correr atrás disso, sem importar-se com as opiniões alheias, você mais que ninguém tem de conhecer sua capacidade, a minha vai muito longe a sua será muito diferente?

Sei que não tenho uma voz linda, mas esforço e muito, um dia chego lá, não onde querem, mas onde almejo hoje, pois amanhã quererei mais longe ir.






Ósculos e amplexes,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim