Problemas com perfil fake 7 [O mistério de Feiurinho] - Filler - Only for boys

Os garotos começaram então a falar de algo muito mais importante, assunto esse que prendia a atenção de todos, sobre a maior paixão nacional depois da bunda, o futebol, paixão essa que como resultado tem feito com que o Brasil lidera e seja referência no esporte. Começaram a comentar sobre a partida da noite passada entre o Corinthians e o Grêmio Prudente, do Brasileirão, Série A.
- Ih! O Corinthians ontem, heim, perdeu a invencibilidade. - Conn puxou a conversa e aproveitou para tirar uma casquinha já que era Satista.
- Tudo bem pode ter perdido os 100% de aproveitamento, porém conseguiram evitar a primeira derrota no Brasileirão. - Defendeu Tonny.
- Aquele cruzamento que o Wesley fez de esquerda, foi muito bom. - Daves palmeirense desde que se entendia por gente relembrou. - Coitado do Felipe não teve nenhuma chance depois que o Wanderley pegou a bola de primeira, enquanto a zaga dormia.


- E logo em seguida tiveram aqueles dois lances. No primeiro, Wesley tabelou com Flavinho, invadiu a área e foi derrubado por Ralf, ainda bem que o Paulo César não conseguiu marcar. Agora quando o Denis fez falta em cima do Paulinho que tinha recebido do Dentinho o juiz não considerou. - Victor falava apaixonadamente como um verdadeiro corinthiano roxo.
- E o William? Se ele tivesse desviado a bola ao invés de chutar reto o primeiro gol não estaria empedido. - Mouki arriscou a dar sua opnião, apesar da pouca idade, 10 anos apenas, era vidrado em futebol e quando não estava treinando, assistindo os mais velhos ou vendo algum lance pela SporTV, jogava Soccer em seu Wii com os amiguinhos.
- Ô rapazinho, não está na hora de você ir pro seu prédio não? O que ainda está fazendo perdido aqui? - Quis saber Conn enquanto lhe dava um cafuné.
- Eu também sei muito de futebol.
- Ha, ha, ha! Realmente sabe! - Tonny lhe piscou. - O William também só prestou pra reclamar de tudo, do gramado, dos copanheiros.
- Isso até ele levar bronca do Mano. Ainda bem que o cara estava lá pra receber a bola e empatar o jogo. - Era Brent que acabara de chegar e foi invadindo a conversa enquanto cumprimentava o pessoal.
- Pra vocês verem como as coisas são, a mesma zaga que bobeou no gol do Grêmio foi responsável por igualar o jogo. - Victor louvava seu Timão.
- Aí foi lindo! Defederico cobrou falta pela direita, a defesa não conseguiu cortar com precisão e Chicão mandou a bola novamente para a área, William girou no melhor estilo “camisa 9” e empatando o jogo. - Parecia até que Jacke concorria com Victor para verem quem era o mais apaixonado.


- Aos 42, Elias tentou com um chute rasteiro de longe e quase fez. - Andreas ressautou. - E enquanto ele ficou no quase, já no final do primeiro tempo, quando o Diego cobrou a falta de longa distância, fez.
- É isso aí, concordo com meu amigo Banbi aqui! - Conn ria enquanto colocava o braço no ombro de Andie. - No futebol quem não faz, leva. - Conn começou a rir.
- Se você quiser posso te mostrar o bambi agora! - Disse-lhe Andie mostrando os punhos depois de soltar-se de si.
- Que isso mano, só estou brincando! - E riu mais ainda da cara de nervoso de Andie.
- O pior foi a bola ter passado ao lado da barreira e o Felipe só ficar olhando ela entrar do seu lado esquerdo. - Andreas estava inconformado.
- O cara não estava preparado pra uma batida mais forte deixou a bola passar perto dele, mas o pior foi ter dito que o chute do Diego que foi bom. Tem que ser muito ruim pra admitir isso. - Esculachou Daves.

- No segundo tempo o ataque continuou titubeante, a coisa estava tão feia que o Mano de tanto reclamar foi expulso. E foi impressão minha ou isso descontrolou ainda mais os jogadores?
- Impressão nada Conn, descontrolou mesmo. - Confirmou Andreas.
- O pessoal ficou meio perdido no começo, mas não esqueçam que teve aquela cobrança do Roberto Carlos perigosissima. - Tonny defendeu.
- Que o Márcio espalmou pro escanteio. - Davis provocou. - E Isso só aos 11 minutos, porque até então estavam sem criatividade.
- Mas foi a parit daí que o Corinthionas pressionou até o fim do jogo. - Arrematou Mouki.
- O Bruno César que fez bonito, pois ele tinha acabado de entrar quando bateu a falta e fez gol. - Jacke relembrou com nostalgia.
- Claro, com a ajuda do Dênis que subiu de cabeça e fez o contra, aquele toupeira. - Setenciou Conn.
- Daí, depois que o placar se igualou o Timão foi pra cima e pouco depois, após um cruzamento o Jorge Henrique desviou, mas acertou o travessão. - Tonny falava como se narrasse o jogo.- Depois de pressionando, o Timão voltou a assustar, aos 40. Jucilei pegou rebote na entrada da área e bateu cruzado, raspando a trave direita. Pena que não teve mais tempo pra virada. - Jacke lamentou. 
- Ontem, o Timão podia estar sem força ofensiva, o que fez com que não suportasse muito tempo a velocidade do Grêmio, porém a defesa quase virou o jogo.
- Tu manja mesmo heim guri? - Provocou Conn. - E que mais você achou do jogo de ontem?

Quando Mouki viu que tinha a atenção dos garotos em si, ficou contente de poder mostrar toda sua sabedoria esportiva e derramou-a diante deles, afinal, era muito difícil alguém com a idade dele ser levado a sério pelos maiores, a maioria das vezes apenas falava sem que lhe dessem atenção, ainda que fosse uma garoto prodígio nos esportes.
- Acredito que o Mano não deveria ter mudado a escala, depois de três vitórias consecutivas. Poxa, colocar o Defederico e Paulinho no lugar de Jorge Henrique e Jucilei? O argentino cobrou tanto uma chance, mas decepcionou, ele que tinha que armar pelo lado esquerdo, mas além de aparecer pouco, errou inúmeros passes e ainda foi uma presa fácil para a marcação rival.
- E também disse que não está convencido a continuar.
- É sério Andie? - A ala Corinthiana quis saber.
- É, depois do jogo, ele deixou seu futuro em aberto antes da reunião entre Timão, seus representantes e a diretoria do River Plate, em Buenos Aires, vi hoje no jornal da manhã.
- Mas você está atrasado, dá só uma olhadinha aqui. - Mouki mostrou-lhe o Lance.
- É verdade ele já admitiu que vai ficar. - Andreas concordou depois de tomar o jornal de sua mão, antes que os outros o fizessem e resumiu para todos ouvirem, pois já estavam em cima dele para saberem das novas. - O cara disse que quer jogar e se for no Corinthians melhor ainda, mas que está desanimado por ter poucas oportunidades e ficar só na reserva.
- Poxa, mas ele também não faz por onde.
- Isso é. - Todos concordaram com Mouki.
- Teve ainda o Elias. - Lembrou Conn.
- Hum! Quero nem lembrar. Esse foi outro que decepcionou, o cara ao invés de criar, jogou mal de novo nessa função. - Tonny ainda falava, quando ouviram o sinal que indicava o inicio das aulas, enquanto os meninos rumaram a sala ainda comentando, Conn virou para si e vendo-o parado disse apenas que ele deveria esperar, pois no próximo jogo o Santos não iria facilitar, já que ultimamente jogava muito bem. Eles mal perceberam o que estava para acontecer, mas Tonny não, ele sentira algo que o paralisou de vez.

“Existem algumas regras que são intocáveis, como: não emprestar escova e nem mulher, coisas essas impensáveis. Há também outro ditado que dizem muito por aí, que fora as duas que não se emprestam, existem duas das quais não se deve discutir, religião e futebol, mas quando se sabe como falar pode comentar sobre qualquer assunto, ainda que a pessoa seja fanática.”

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim