Como enxergar um Deus invisível?

“Porventura não sou eu, Yaweh? Pois não há outro Deus senão eu; Deus justo e Salvador não há além de mim. Olhai para mim, e sereis salvos.” [Isaías 45.21c-22a]

Olhar pra Deus traz transformação, física e de caráter - de atitudes - há uma verdadeira mudança, mas apenas para os que mantém os olhos fixos em Deus. A mudança que vem de Deus não é como a do mundo, que através da estética e moda modifica apenas aparências, com plásticas, roupas, acessórios e maquiagem que não alcançam o coração, a transformação é completa – ela só pode ser sentida pela própria pessoa, mas as demais percebem que algo mudou.

Motivos não faltam para dizer o que olhar para Deus nos traz de benefícios, o maior deles é a salvação, não importa o momento que estejas passando, tristeza por dificuldades ou percas, desânimo, basta erguer os olhos para Deus, pois dEle virá a solução.



Mas, como olhar para Deus?
Ele é um ser invisível que vive numa distância incomensurável, que possui um glória poderosíssima que ao homem não é permitido contemplá-la sem que deixe de existir [Exôdo 33.18-23], nem mesmo os anjos podem contemplar Sua face [Isaías 6.1-7]. Olhar para Deus não significa apenas um gesto simplório de erguer os olhos para o alto, Davi mesmo percebeu que olhar para os montes não traz salvação [Salmo 121.1], mas sim “do Senhor que fez o Céu e a Terra” [Salmo 121.2].

Pela magnificência de Deus não poderemos contemplá-lo face a face, pelo menos enquanto não tivermos nossos corpos revestidos de glória, mas enquanto não o conhecemos por completo como Ele nos conhece, podemos vê-Lo em parte [I Coríntios 13.12].

Para isso basta atentarmos para a própria Palavra de Deus, a resposta para a questão encontra-se na própria Bíblia - já que ela completa-se a si mesma. A quase 700 anos antes de Deus falar com Israel através de Isaías, quando Ele chama alguém para assumir a liderança dos israelitas [Josué 1.1-9], Josué que sempre estivera aos pés de Moisés aprendendo como deveria desenvolver a obra e com o desejo de algum dia sucedê-lo, temeu quando viu toda a responsabilidade que teria que enfrentar - um povo difícil e muitas vezes de ânimo dobre e coração duro -, mas Deus promete estar sempre consigo e que nada o atingiria todos os dias de sua vida, bastando apenas que meditasse na Lei de Deus dia e noite [Josué 1.8].

Meditar nada mais é que analisar, refletir, observar, atentar, olhar - tem o sentido de desligar-se de tudo mais e voltar a atenção para algo de maior relevância - quando Deus disse para Josué meditar na Palavra referia-se para que Ela permanecesse continuamente em seu pensamento, para que a busca da Lei fosse uma constância em sua vida diária. Avançando 695 anos, Deus mandava que o povo olhasse para Si e assim pudesse ser salvo, mas a forma para fazer isso já havia deixado bem clara em sua Palavra quando falou com Josué.

Olhamos para Deus quando observamos sua Palavra e atentamos para Sua vontade, “olhar para Deus” tem importância maior do que orar, jejuar até mesmo que louvar [Mateus 26:41], já que é aí que Ele fala conosco, olhar para Deus nos faz vigiar para que possamos não cair nos ardis de Satanás [Lucas 21:36]. Para que alcemos a salvação devemos pensar no que se refere ao Céu [Colossenses 3:1,2], já que é lá que Deus encontra-se, pronto a nos socorrer.

Quando Israel partia do monte Hor pelo caminho do mar vermelho, a rodear Edom, começou a reclamar de Deus e Moisés, de tal forma que chegaram a dizer que sentiam falta do Egito e chamar de vil o maná que Deus prontamente sempre lhes enviava, o motivo da afronta foi dizer que não tinham pão nem água no deserto, esqueceram-se que Deus havia provido não só o maná todos os dias [Êxodo 16:35], mas também água da rocha para saciarem a sede [Números 20:8] e até mesmo codornizes [Números 11:18-23]. Diante de tamanha afronta, Deus enviou cobras tão peçonhentas como a língua do próprio povo [Tiago 3:6] - que destilava seu veneno mortal contra Deus e seu ungido - e a consequência foi morte instantânea para os que eram picados, mas mesmo estando em erro, arrependendo-se rogaram a Moisés que pedisse clemência a Deus, o que ele fez e teve como resposta de Deus que fizesse uma cobra de metal e quem havia sido picado pelas cobras ao olhar para a estátua elevada salvava-se [Números 21.4-9].

Se você pecou contra Deus, errou ou caiu durante a caminhada para o Céu, ou durante toda sua vida, arrependa-se e olhe para Deus, pois assim como os que olharam para a serpente foram salvos, Deus quer também te salvar [João 3:14], não importa a multidão de transgressões [Miquéias 7:18] ele tem poder e quer te salvar, apenas “Olhai para o Cordeiro de Deus”.






Ósculos e amplexes,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim