Postagens

Mostrando postagens de Abril 29, 2010

A desgraça que te rodeia

Imagem
O dia amanhecera enegrecido, o sol custava a sair, via-se apenas nuvens acinzentadas a colorir de uma sobriedade vintage aquela nostálgica manhã, esta despontava num novo dia - dia esse que não se fizera anunciar antecipadamente e, assim, sorrateiramente foi surgindo como um ladrão que inesperadamente invande a particularidade alheia com uma surpresa desagradável...
Indiferentemente do céu, que anunciava numa sutiliza desconexa um tempo pouco gracioso a surgir, o único colorido neste matiz P&B que se podia ver revoando-o em círculos, era d'alguns Sarcoramphus Papa, bando que dava um tom todo especial aquela manhã - sugeria que boas notícias não estavam por adiante vir, tornando indo mais nefasto o dia que não muitas horas atrás irremediavelmente nascera.

- Ave de mal agouro, que fazes tu na imensidão de um dia promissor, ainda que de desconhecidas novas, mas um dia misterioso? Que fazes tu para malográ-lo, ó, ave de mal agrado? Malfadada, retira-te daqui, ó ave multicor tu…