Postagens

Mostrando postagens de Maio 5, 2010

O Anjo Barroco

Imagem
Anna Cartier, ou simplesmente Annie para os amigos - somente os mais íntimos mesmos - para os demais era apenas Cartier - não somente por uma questão de educação, mas também por que quem não tinha intimidade com ela não se sentia a vontade para lhe chamar, assim, carinhosamente. Apesar de sua meiguice e olhos de mangá, sua presença marcante destilava uma asteuridade tamanha, que fazia os que estavam ao seu redor ver sua pequenez que, apesar da riqueza que os pais possuía - "o dinheiro é do meu pai e não meu" insistia sempre em dizer - não era arrogante, mas quando passava imprimia nas pessoas que não lhe eram próximas um grande desejo de respeito e distinção.
Aquela guapa de pouco menos de vinte anos, tinha os olhos esmeralados, como se lapidados a la flanders, já que o brilho era intenso - por isso mesmo pronunciavam seu apelido An-ní-e - um boca digna de ser beijada, cabelos encaracolados, que iam até metade do dorso, que lembravam elos dourados que se entrelaçavam dando …