Postagens

Mostrando postagens de Junho 29, 2010

A Luz

Imagem
O mundo todo estava perdido, todos afundados em suas próprias paixões. A destruição, o caos, mortes sem a menor misericórdia, a perdição clamava por sangue...
O amor se esvanecia nos corações, o perdão era incompreensível, a paz já cedera, não havia mais nada o que poderia ser feitos...

Corações sem esperança, noites sem brilhar, dias frios como a morte, a única coisa que dava prazer seria beber o cálice do sono eterno...

Onde antes era festa, agora era lugar de tristeza, onde antes habitava o esplendor só ficou o negrume da falência, onde antes havia colheita e fartura ouvia-se apenas o soprar vazio do vento, a alegria tornara-se em pranto de intensa dor. Desesperançados, nada mais além relutavam a fazer...

Incidência Danaus Plexippus

Imagem
Certa feita Danaus Plexippus devassou de largo um esplendor flamejante mui cetinoso, que possuía uma efígie aflux de ostentação da efêmera flora.
Meneando suas delgadas asas desferiu-se pênsil sobre o fulgor opimo, isto fê-la sentir-se inebriada. Entretanto, quanto mais a fitava inda mais se mostrava corpórea sua apetência e sentia-se concupiscente a perscrutar tal fulgor incognoscí­vel.
Transladou-se e ao cálido, um ardor inexaurível imiscuiu-se as suas apêndices tornando-a diáfana, flamejando-a até que desvanecesse integralmente...
#Free Talk
Essa fábula foi baseada na fábula da "Borboleta e a chama" escrita por Leonardo da Vinci.
Essa aqui é uma "tradução" para uma linguagem mais rebuscada. Na verdade foi um desafio que me impus: escrever usando palavras mais exótica - por assim dizer. ;P



Ósculos e amplexes,