Postagens

Mostrando postagens de Agosto 13, 2010

Olhos enigmáticos

Imagem
Seus olhos, parece que os vejo chorar Azuis indigolita, mar que me leva neste fria noite de outono. Contemplo-os e não consigo os deixar de admirar, Causam-me tanto fissura que fico, Apenas a lhes contemplar.
Olhos que revelam mais do que quero saber, Revelam a alma de quem muito sofreu, A causa dessa dor por acaso fui eu?
Oh! Não me olhes assim, Pois a esse ardor já não posso resistir. Olhos que me fazem sentir Toda dor que está num partir.

Palavras que trazem morte

Imagem
Ó céus, ó vida, ó sofrimento... Será que meu viver será sempre um constante tormento? Palavras vazias sinto fluir, que me levando vão onde nem sei Perdido me acho em meio a tantas palavras, Que se confundem com o que já nem sei sentir... Mas elas me levam e continuam a levar, Pode ser que do outro lado já não haja mais tanto pesar... Inda em devaneio me vejo inda mais perdido, Será que já não sei quem sou, poso até estar confundido. E me enlaço e me entrelaço em palavras que em vez de vida Trazem o que tanto desejo afastar...