Imponha limites as limitações

Algo que faz parte da trajetória humana é o sofrimento - implícito a vida dos humanídeos e tão necessário quanto o respirar. Boa parte desse sofrimento é causado por pessoas, que nos rodeiam e também as que estão dentro de nós. Mas o que dá a essas mesmas pessoas tanto poder sobre a gente, somos nós mesmos, quando temos em muita estima o que dizem.

É claro que devemos levar em consideração os conselhos e alertas, mas não podemos em hipótese alguma aceitar e acatar aquilo que nos desmoraliza, brincadeiras ofensivas, idéias desagradáveis ou limitadoras.

Isto não implica em ter que sair batendo boca com todos, a palavra tem poder, mas apenas quando deixamos que dominem nossa mente. Lembre-se da máxima: "Quando estiver certo não debata, pois você tem razão. Se estiver errado não discuta, você estará errado de qualquer maneira".




Você é responsável por sua vida, bem como o rumo que ela toma, jamais se deixe guiar pelo que dizem de você, não deixe que o ódio te leve para o caminho do sofrimento, das doenças crônicas (gastrite, dores de cabeça, pressão alta, câncer) e tantos outros males.

Você não é responsável apenas por sua felicidade, mas tem total culpa por suas quedas, pare de culpar os outros e ao invés de apenas aceitar tudo que falam, deixando-os interferirem em sua felicidade, te moldarem ao seu modo dizendo-lhe quem deve ser, derrubando sua moral com ofensas ou ainda fazendo-o sofrer por causa de mágoa, pare. Pare, pense e reflita sobre o que lhe foi dito, sobre seus erros, os erros alheios.

Pondere sobre as atitudes alheia e veja o que de bom pode ser adquirido, a pérola oculta que se encontra numa terrível ofensa, na dor daquele tapa bem dado em sua face e veja a beleza de viver em paz consigo mesmo.

"O ódio revela muita coisa que permanece oculta ao amor. Lembra-te disso e não desprezes a censura dos inimigos." Leonardo da Vinci
Leonardo teve razão ao evocar essa visão mais clara que nossos inimigos tem de nós, por não gostar de nós tem uma visão clara sobre o que somos, pois o amor cega impedindo que se vejam coisas que certamente te podem atrapalhar mais pra frente: fraquezas, defeitos, comportamento. Quando para pra refletir, verá que algumas ofensas, não passam de conselheiros alertas.

Muitas vezes, por falta de visão, queremos limitar o próximo, mas ninguém - nem nós mesmos - pode enxergar o que está diante dos olhos de outro. Quando você tem uma visão, por ter os olhos de lince ou capacidade de enxergar bem mais perto que os outros, não espere que compartilhem da mesma.

Só você se conhece tão bem a ponto de saber até onde vai seus limites, jamais deixe que as pessoas diminuam seu potencial e capacidade de chegar longe. Se as pessoas com quem partilhar seus ideais tentar demovê-lo de suas epifanias, apenas filtre o que for útil, mas siga em direção ao seu alvo.

Podem até lhe dizer o grau de dificuldade de suas metas, só não permita que opinem dizendo que elas lhe são impossíveis. Quem cria as dificuldades do meio do caminho é você mesmo, por falta de visão, pois ao invés de usá-las como oportunidade de crescimento as vê apenas como pedras de tropeço.

É fato que alcançar nossos sonhos é muito importante, ainda que não os realizemos, a busca nos vai dando sentido pra viver em meio as descobertas do caminho e temos que sonhar, afinal, como disse Luther King "Quem não sonha está morto e preconiza a morte", é esse sonho que nos move, criando translação em volta desse pequeno raio de luz.

Mas algumas pessoas se perdem no ideal dessa busca, acreditando que tem que provar pra Deus e o mundo mortal que consegue por si mesma chegar aonde quer. Primeiro que você não deve provar nada pra ninguém a não ser pra si mesmo - lembre-se que seu pior inimigo pode ser você mesmo, ninguém quer ver tanto sua vitória ou sua derrota, como seu eu mesmo.

Segundo que tem que ter mais gratidão, pois as adversidades, incluindo-se as pessoas, são as que mais contribuem - servem como catapulta - para que você possa alcançar o patamar tão desejado, ou seja, pare de ser ingrato e você perceberá que nada se alcança sozinho, não esqueça que até as ilhas são compostas de de acúmulo de resíduos que com o tempo ganham altura suficiente para ultrapassar a linha da água, seja areia, terra, lava, não importa, nada que tem relevância existe por si só - você sempre necessitará da ajuda de alguém.

Entretanto, lembre-se apenas que além de ser responsável pelas decisões que toma elas não afetarão apenas você, mas todas pessoas que estiveram ao seu redor. Sua decisão não tem poder de trazer felicidade ou tristeza apenas a si próprio, mas a todos que participam de seu convívio, que te amam, admiram, até mesmo aos que invejam.

Ósculos e amplexes,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 Segredos da oração

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim