Beijo de língua pela Internet

Os contatos crescem a cada dia pela web, é fato que a internet atráves das redes sociais, ajuda e muito a manter relações, encontrar amigos de muitos anos atrás ou que estão distantes. Porém, por mais que o número de amigos virtuais tenha crescido, essas mesmas relações acabam por ficar no superficial.

O Brasil vem liderando, no tempo e quantidade de usuários online, as maiores redes sociais – já dominaram o Orkut, Twitter e estão indo com tudo pra cima do Facebook, não nos esqueçamos do super atual Google+ –, mas com ausência de contato pessoal quase total. Apesar da internet melhorar a comunicação – uma mensagem que antes levava dias através de carta, não é a toa que é chamada informalmente de snail mail pelos jovens, chega em segundos através de email –, diminuir enormes distâncias, seja através de mensagem em tempo real – um chat, Windows Live Mensenger, Twitter – ou mesmo usando webcam – Twitcam, Skype com direito a ligação interurbana e internacional a preço de local, o Google Voice já está no Brasil com tarifas bem interessantes também – ela tem aproximado muito, mas se tornado um ponto de encontros superficiais.



As redes sociais são úteis para manter amizades sem importar a distância, contudo, ainda é necessário o convívio offline para que ela não apenas exista, mas também se estreite, para que o interagir online seja muito mais prazeroso.

Se isso já não é facil quando há apenas amizade, que dizer então de quem namora? Muitos encontros e namoros surgem através da internet, mas todos culminam num encontro real, onde você vê como é a reação genuína da pessoa, sem ajuda de emoticons, animações e caracteres, pode-se interagir não apenas com palavras e estímulos visuais através de fotos e de webcam, mas também ao contato físico, principalmente a carícia.

Afinal, não há nada real e duradouro, ser não for físico, seja apertar a mão de um amigo, dar um abraço naquele pessoa que não se via a anos, ou mesmo um beijo no ser amado, já que se precisa de tempo e intimidade – e não informação – com a pessoa, como dizia Aristóteles (384-322 a.C.), "Não podem se conhecer sem que tenham comido juntos a quantidade necessária de sal". Contatos são imprescindíveis para envolver e nos sentirmos envolvidos, principalmente no caso das mulheres, que tem a pele muito mais sensível ao toque e necessitam de carinho.

Entretanto, parece que tudo isso ruma para um fim não muito distante, você com certeza já ouviu o Soulja Boy Tell'em pedindo pra ser beijado pelo telefone, mas alguma vez imaginou não apenas trocar palavras carinhosas, mas também beijos?

Não, o assunto não é sobre a tão aguardada vídeo chamada, que foi uma das maiores propulsoras do 3G – que mostrou-se não estar madura o suficiente para tal tecnologia, apesar de poder chegar até 7MB. Ela com certeza virá com o 4G que tem velocidades altíssimas de até 30MB, usando LTE, por enquanto tem a opção da Apple, o FaceTime, que nada mais é que vídeo chamada usando WiFi. A tecnologia em pauta é algo muito maior e complexo. Como assim?

Você alguma vez já pensou em trocar carícias pela internet, ou ate mesmo, beijos?

Pois é exatamente esta a proposta de um laboratório japonês que criou um dispositivo que permite beijar alguém através da Internet, mas não é um beijo qualquer não, é beijo de língua, ou beijo francês – se você preferir pode ser salada-mista.

A ideia é revolucionarissíma, mas ainda está no começo, portanto o beijo ainda não transmite aquele calor, pois pra "beijar" com esse aparelho você tem que movimentar a língua através de um canudo de plástico, que movimenta simultaneamente um outro canudo de plástico remotamente na língua de quem estiver conectado do outro lado. Bem hot, não acha?

Os pesquisadores tem ciência de que a maioria das pessoas não conseguiriam se imaginar lambendo um tubo de plástico – esse não é um substituto adequado para uma boca. Por isso mesmo informam que há melhorias previstas, por enquanto esse é apenas um protótipo.

Bem, o pessoal do Laboratório Kajimoto de Tóquio diz que é apenas o começo do que poderia se tornar uma experiência repleta de pessoa para pessoa através da Internet, já que o beijo inclui vários elementos como "a sensação do paladar, a maneira de respirar e a humidade da língua", disse Nobuhiro Takahashi, estudante e pesquisador da universidade. "Se nós pudermos recriar tudo isso, ele será um dispositivo poderoso."

O laboratório, que é parte da The University of Electro-Communications, postou um vídeo onde há a demonstração da máquina de beijos, ou como está sendo chamada: "Kiss Transmission Device". Ela é uma caixa de motor que lembra um bafômetro policial.


No vídeo, Takahashi, manipula o tubo de plástico em um dispositivo com a língua. O programa armazena os movimentos em um computador e depois transmite-os para outro dispositivo, fazendo com que seu tubo se mova - compreensivelmente dentro da boca de outra pessoa.

A ideia é ajudar os amantes – em relações de longa distância, por exemplo – transmitindo a sensação tátil do beijo de uma pessoa para outra. Na demonstração os dois dispositivos são executados no mesmo computador, mas o sistema pode ser configurado para conectá-los através da Internet.

O mais interessante de tudo é que o beijo pode ser gravado e repetido quantas vezes quiser, agora você terá outro auxílio, além da memória, para lembrar daquele beijo bom de outro dia e caso os posteriores não sejam tão bons quanto o primeiro, você pode, literalmente, revivê-lo – ou seja, um beijo terá sabor de sempre mais um e mais um e mais... Basta para isso salvar o beijo que, inclusive, poderá até ser compartilhado.

Compartilhar os beijos não seria uma boa idéia para os namorados, a não ser num relacionamento aberto – o que não aconselho muito. Mas os pesquisadores já vem o potencial dessa opção da ferramenta, "Por exemplo, se um artista pop usar este dispositivo e gravar seu beijo, isso tornaria o dispositivo altamente popular, já que poderia ser vendido pra os fãs", diz Takahashi. Só para ilustrar, pensem em quanto as garotas ficariam loucas se Justin Bieber gravasse seu beijo, iriam gastar fortunas pelos beijos de seu astro – já que beijos vale bem mais que músicas, vídeos e fotos.

Com informações de
Info



Ósculos e amplexes,

Postagens mais visitadas deste blog

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim