Experiência de quase morte

Olá, pessoal! A quanto tempo que não escrevo no meu diário de bordo, embora tenha sempre algo pra postar, faz tempo que não me reservava um post para escrever um pouco sobre as coisas que acontecem comigo e a minha volta - embora tenha tido muito o que falar -, mas vamos ao que interessa.

Antes de ontem passei por uma desagradável experiência de quase morte (ad mortem) e grande foi o susto, não entendo porque as pessoas gostam de passar por essas experiências. Você pode dizer que é para saber como são as coisas lá do outro lado, tudo bem, mas eu prefiro ficar sem saber mesmo, se a gente aqui nem consegue viver direito, então pra que querer se meter com o outro lado?



Lembro que na minha escola o pessoal chegou certa vez a fazer essas brincadeiras, confesso que nunca tive vontade de participar, pode ter sido por pura covardia, ou mesmo por total descrença nessas "brincadeiras" irrelevantes - tipo a do copo ou da caneta, que está mais que provado que são manipuladas.

Ficava observando, enquanto o pessoal que participava ficava desmaiado por alguns minutos, mas jamais me interessei em saber o que tinham pra dizer, nunca fui curioso para saber nada sobre o mundo sobrenatural, o que me interessa para saber já está mais que explicado na Bíblia, de resto prefiro ser ateu - quanto essas crendices e bobagens escolares.

Lembro ainda que alguns, ou vários, anos atrás passou no "Cinema em casa" um filme que relatava algumas dessas experiências, é claro que não me deu a menor vontade de assisti-lo, mas nunca esqueci dessa ideia meio louca, mas apesar de evitar essa balelisse nada me impediu que passasse por essa trágica experiência, que diga-se de passagem, não é nem um pouco prazerosa e causa um tremendo mal estar, pois, e se não se conseguir voltar do além de lá?


Pois é, tudo acontecem a duas luas atrás, minha maninha havia pedido para usar o PC pra ver algumas coisas referentes ao seu casamento - :*( minha irmã vai embora! - fui resolver outros assuntos na casa abaixo e quando voltei ela havia abandonado o PC há algum tempo. Quando me aproximei dele, percebi que algo estava errado, mexi no teclado e mouse e nada, o monitor apenas piscava o led do power - o liga/desliga.

Liguei e desliguei-o diversas vezes, tirei e coloquei cabo e repeti esses passos ainda mais vezes e nada! Percebi que ele estava num sono profundo (somno alta), havia entrado em standyby e não subia mais, de forma alguma, caso não conseguisse despertá-lo ele estaria num limbo continuus.

A culpa toda era minha, já que uso uma fonte de alimentação não real - daqueles que servem apenas pra fazer o computador funcionar, mas não aguentam o trampo quando se explora demais o PC e ela acaba pedindo água, no caso do meu é toda vez que entra em standyby, ela trava de vez, sem falar que ela tem um prazo de vida muito curto, mais ou menos uns 6 meses.

Já estava pensando que não conseguiria mais trazê-lo do outro lado, até começar a fazer massagem cardíaca no power, apertando-o várias vezes, até que milagrosamente ele despertou do torpor, fazendo o "Maníaco Janeloso" subir novamente à tela e preenchê-la.

Quanto ao que houve lá do além de lá jamais ficarei sabendo, já que que interrompi de vez o _xuxu - é meu PC tem nome! - de ter esse tipo de experiência - foi nas opções de energia e desativei os comandos para desligar o monitor e o gabinete quando não houver atividades por algum período no pc. Resolvi essa problema que há tempo me incomodava e ao qual eu vinha procrastinando, mas ainda ficou um mistério sobre o que lá ele viu. Eu apenas fiquei feliz de vê-lo com seu zum-zum costumas, não perguntei-lhe sobre nada, mas desconfio que ele é fingiu não ter acontecido nada, também não tocou no assunto, eu é que não ia puxar conversa - quando um cara está sério, o melhor a fazer é deixá-lo quieto, aprendam viu meninas! -, ele estava muito introspectivo, aliás, esse sempre foi o seu jeitão, até hoje nunca me disse uma palavra se quer, terá emudecido diante de tanto estresse ao sempre é exposto? Está aí um dos muitos mistérios entre o céu e a terra que não explica nossa vã ciência e filosofia.



Ósculos e amplexes,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim