Nada definido


Nada é tão simples como o nada,
Traz em si mesmo explicação de ser nada:
Algo vazio, sem sombra de nada;
Do qual nada pode ser dito, a não ser nada.
Nada, nada, nada... e assim segue sendo nada.

Nada é nada.
E o que é nada, além do nada?
Somente um grande nada.
Mas se o nada se limita-se a ser nada,
Seu valor é de uma grande dor de nada.




Pergunto, ainda, o que pode ser nada?
A resposta vem do produto da aritmética
Excluindo-se ou adicionando nada,
Resultando em anda.
A compreensão do nada, é nada.

Solução para esse grande vazio de nada
Permite-nos fazer coisa alguma pelo nada,
Nada é o que se pode fazer por ele,
Pois uma vez nada, sempre nada.



Somando-se ciência às faculdades mentais,
Eis sua mais coerente definição:
Tudo que não significa nada,
Interferindo em nada do que é tudo.

Postagens mais visitadas deste blog

Desconhecido ante a mim

A maldade em mim