Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 12, 2011

Flamejante verdor contínuo

Imagem
Batia o core meu, Mas não mais esperançando te ver, De certezas mil Minha afoita mente enchera. Não mais poderiam os olhos meus Contemplarem o brilho dos teus.
Harley sempre me vem ver, Mas e você? Acaso a frágil condensação Pode deter o brilho teu?